Bombarral Homepage  BOMBARRAL
  • Facebook
  • Twitter

Apresentação da obra de Alice Lázaro aconteceu no âmbito da XI Feira do Livro

“Napoleão andou por aí” foi apresentado no Bombarral

22-06-2017
“Napoleão andou por aí” foi apresentado no Bombarral
[+] Fotos
Alice Lázaro esteve na passada quarta-feira, dia 14 de junho de 2017, na XI Feira do Livro do Bombarral para apresentar o livro “Napoleão andou por aí”, numa edição da Chiado Editora.

Esta obra histórica tem como cenário “uma das centenas de histórias de resistência e de união que têm a ver com aquilo que não é o quotidiano da guerra”, como explicou a autora.

Neste caso, o episódio aconteceu na região do Ribatejo durante a terceira Invasão Francesa, que ocorreu entre os anos de 1810 e 1811, e envolve uma jovem de uma família portuguesa da Golegã que se apaixona por um oficial estrangeiro.

Na abertura da sessão, o presidente da Câmara Municipal do Bombarral começou por realçar o tema do livro, “que diz muito ao nosso concelho e à nossa região, na justa medida em que as tropas de Napoleão passaram por cá”.

Sobre a autora, José Manuel Vieira elogiou a sua “simplicidade”, sublinhando a “sua grande sabedoria, inteligência e perspicácia”.

A vasta obra de Alice Lázaro, como frisou, “procura ir ao encontro de um público informado e com gosto pela história”, sendo esta a sua área de formação, à qual juntou mais tarde um mestrado em história de arte.

Como explicou o autarca, pela sua formação, a autora “distancia-se do romance e apresenta-nos um conjunto de factos históricos, protagonizados por personagens verídicas, que enquadram os acontecimentos ocorridos durante este período da história de Portugal”.

O edil, finalizou destacando a “importância da preservação da memória coletiva”, um aspeto para o qual contribui a publicação desta obra.

Por sua vez, Alice Lázaro começou por fazer um enquadramento histórico sobre as Invasões Francesas, desencadeadas em Portugal em 1807, e as mudanças que este acontecimento provocou na maneira de viver dos portugueses.

No livro “Napoleão andou por aí”, a escritora não aborda propriamente o tema da primeira Invasão Francesa, que teve como epicentro a região Oeste, mas “não podemos esquecer que foi precisamente depois das batalhas da Roliça e do Vimeiro, que a estrela de Napoleão começou a ter alguns tons menos brilhantes”.

A escritora falou ainda sobre a ligação entre Portugal e Inglaterra ao longo da história, destacou o papel desempenhado pelos ingleses na defesa dos princípios de liberdade face ao imperialismo Napoleónico, trazendo à memória “a grande figura” de Arthur Wellesley, Duque de Wellignton.

Alice Lázaro salientou a “grande admiração” que este oficial inglês tinha pelo povo português, realçando ainda os “elogios que são feitos às gentes desta região pelo seu comportamento e pelo silêncio que conseguiram manter em relação à construção das Linhas de Torres”, permitindo surpreender o exército francês.

Nesta viagem pelas Invasões Francesas, a escritora recordou ainda as grandes dificuldades pelas quais o povo português passou durante este período bem como o cenário de destruição gerado por este conflito.
Fonte: Município do Bombarral - Paulo Coelho