Bombarral Homepage  BOMBARRAL
  • Facebook
  • Twitter

A sopa apresentada pela associação dos Baraçais foi a mais votada pelos elementos do júri

“Sopa de Bacalhau” venceu o Festival de Sopas da Delgada

12-02-2020
“Sopa de Bacalhau” venceu o Festival de Sopas da Delgada
[+] Fotos
Várias associações do concelho do Bombarral reuniram-se este domingo, dia 9 de fevereiro de 2020, para mais uma edição do Festival de Sopas, promovido pelo Clube Recreativo Delgadense e pelo Grupo de Teatro Amador “Os Lendários”, da Delgada.

O evento, que se realiza há cinco anos consecutivos, teve na sua génese a ideia de proporcionar às associações que quisessem participar a oportunidade de angariar fundos para as suas atividades.

Ao longo dos anos, a iniciativa tem mantido o sucesso, sendo uma vez mais de registar o elevado número de pessoas que se deslocou até à sede da associação da Delgada para saborear as diversas sopas que fizeram parte da ementa, como foi o caso do presidente da Câmara Municipal, Dr. Ricardo Fernandes, da vereadora Patrícia Pereira, entre outros autarcas.

Nesta edição, para além das associações anfitriãs, o festival contou com a participação do Agrupamento de Escuteiros do Bombarral (secção dos Lobitos), a Amigo Fiel – Associação Protetora dos Animais do Bombarral, a Associação Recreativa e Desportiva dos Baraçais, o Centro Cultural, Desportivo e Recreativo de São Mamede, o Clube Desportivo do Bombarral e a União Cultural, Recreativa e Desportiva Poense.

Relativamente à ementa, dos Baraçais veio uma “Sopa de Ossos”, uma “Sopa de Bacalhau” e um “Bolo de Chocolate”, a Amigo Fiel apresentou um “Creme de Castanhas”, uma “Sopa de Abóbora”, uma “Tarte de Manga” e “Delícias de Côco”, enquanto o Clube Desportivo confecionou um “Creme de Marisco”, uma “Sopa de Peixe Alentejana”, tendo para sobremesa “Peras Bêbedas” e “Mousse Oreo”.     

Por sua vez, a coletividade de São Mamede, que participou no festival com o objetivo de angariar alguns fundos para a recuperação do palco da sua sede, apresentou uma “Sopa à Palhau”, uma “Sopa de Ameijoa com Espinafres”, enquanto as sobremesas foram o tradicional “Arroz Doce” e “Filhós”.

Já a primeira secção do Agrupamento de Escuteiros aproveitou este evento para juntar mais algum dinheiro para a viagem que irão realizar a Assis, em Itália, juntamente com mais quatro centenas de Lobitos de todo o país.
  
“Sopa de Abóbora com feijão” e “Canja Saloia” foram as sopas apresentadas pelos escuteiros, às quais juntaram para sobremesa uma “Tarte de Amêndoa” e “Cheesecake”.

Quem também aproveitou o evento para angariar fundos, neste caso para a realização de obras na sua sede, foi a associação do Pó, que na sua ementa teve um “Caldo Verde”, uma sopa de “Espinafres com Grão”, um “Bolo de Bolacha” e “Serradura”.

No espaço do grupo de teatro da Delgada foi possível comer uma “Sopa de Peixe”, “Canja”, enquanto as sobremesas foram “Pudim”, “Farófias” e “Mousse de Chocolate”.

Para acompanhar as sopas, o Clube Recreativo Delgadense disponibilizou aos convivas diversos petiscos, nomeadamente moelas, carne frita, pataniscas, peixinhos da horta, entre outras iguarias.  

À semelhança das edições anteriores, a organização premiou as quatro melhores sopas do festival: três por votação dos elementos do júri e uma escolhida pelo público.

No que diz respeito às escolhas do júri, em primeiro lugar ficou a “Sopa de Bacalhau” da associação dos Baraçais, seguindo-se, em segundo, o “Creme de Marisco” do Clube Desportivo do Bombarral, e em terceiro a sopa de “Espinafres com Grão” da associação do Pó. Já o público escolheu a “Sopa de Peixe” do Grupo de Teatro Amador “Os Lendários”.

Quanto ao júri, este foi composto por Sérgio Pratas, da direção nacional da Confederação Portuguesa das Colectividades, Ana Correia, do Clube Desportivo Delgadense, Joana Caetano, presidente da Junta de Freguesia da Roliça, e José Ribeiro, que é habitualmente o cozinheiro da festa anual da Delgada.
Fonte: Município do Bombarral - Paulo Coelho