Bombarral Homepage  BOMBARRAL
  • Facebook
  • Twitter

Cultura & Património

 

Património Arquitectónico


 

Património da Freguesia do Carvalhal



Camera Bombarral

Torre Medieval

É a construção mais antiga do concelho. Doada por D. Dinis a um fidalgo aragonês que se fixou em Portugal e veio a ser bisavô materno de D. Nuno Álvares Pereira que talvez aqui tenha estado na sua infância. Figura num testamento de D. Sancho II, século XIII, e tem tido vários proprietários incluindo, no século XVIII, os poderosos comerciantes Lafetat que, dois séculos antes, se haviam estabelecido no nosso país, construindo solar nesta aldeia, o qual deu origem à actual Quinta dos Loridos. Classificada imóvel de “interesse público”.

Ermida de Nossa Senhora do Socorro

Situada próxima da Torre, estima-se que a sua construção seja de 1574. Mandada edificar por Bárbara Henriques (trineta de Luís Henriques9 e seu marido Salvador Gil, cavaleiro da casa real. O seu interior é revestido de painéis de azulejos de 1733 com cenas da vida mariana e nela existe uma imagem da Virgem de Leite em calcário policromado do século XVI. Classificada imóvel de “interesse público”.

Capela do Santíssimo Sacramento

A sua fundação na primeira metade do século XVI, deve-se à Rainha D. Leonor. Ampliada e restaurada no século XVII e meados do século XVIII, é revestida de azulejos com padronagem tipo de “tapete” em azul e amarelo do século XVII. Possui diversas imagens de muito boa qualidade, em pedra e em madeira, policromadas, do século XVI e outras do século XVIII. É igualmente rica em pinturas; o retábulo do primitivo altar mor é atribuído ao pintor maneirista António da Costa. Classificada imóvel de “interesse público”.

Igreja Paroquial do Senhor Jesus e São Pedro

Igreja matriz, rodeada de grande parque arborizado, popularmente chamado de “arvoredo”. Templo edificado ao longo do século XIX por ter ruído a ermida primitiva a São Pedro, padroeiro da freguesia há mais de 600 anos. Local de peregrinações, círios, feiras e romarias, das mais diversas partes da região. Nela existe uma antiquíssima imagem de Cristo crucificado, cujo aparecimento neste local está envolto numa interessante lenda.

Quinta dos Loridos

O solar é um sóbrio exemplar da nobre arquitectura rural do século XVIII, época em que foi reconstruído pela família Sanches de Baena, cujo brasão ostenta. Aforados solar e quinta a J. Pedro Barbosa em 1821, este legou-os à família Sepúlveda que os venderam em 1989 a uma sociedade comercial produtora ali do famoso vinho espumante “Loridos – Bruto”. Actualmente é propriedade do Comendador José Berardo, que nela anda a edificar dois jardins temáticos, um de índole oriental e outro de índole europeia.