Bombarral Homepage  BOMBARRAL
  • Facebook
  • Twitter

   SAÚDE - NOTÍCIAS

 
Exposição está patente na Biblioteca Municipal do Bombarral até dia 29 de julho
Biblioteca de Afetos

Encontra-se patente até dia 29 de julho de 2016, na Biblioteca Municipal do Bombarral, a exposição Biblioteca dos Afetos.


GALERIA DE FOTOS

Inserida no programa de atividades do movimento “Cidade dos Afetos”, trata-se de uma mostra literária que nos apresenta, na sua maioria, livros infantis sobre as temáticas do amor e dos afetos.

A abertura da exposição, que aconteceu no dia 1 de Julho, contou com a presença de várias crianças inscritas no programa “Férias Desportivas”, promovido pela autarquia, que tiveram como guia o presidente da Câmara Municipal do Bombarral, José Manuel Vieira, a quem coube a tarefa de explicar o que podemos encontrar nesta mostra literária.

As boas vindas aos pequenos visitantes foram dadas por Norberta Santos, vereadora da autarquia e uma das responsáveis pelo movimento “Cidade dos Afetos” no Bombarral, juntamente com Anabela Santos, técnica de Saúde Ambiental da Unidade Local de Saúde Pública do Bombarral, que também se associou ao evento.

Depois da visita à exposição, os petizes participaram num atelier de artes plásticas, que consistiu a elaboração de corações com papel de jornal e outros materiais.  
 
 
Caminhar com os Pirilampos na “Mata Encantada”
A iniciativa contou com a participação de cerca de duas centenas de pessoas


O Município do Bombarral voltou a abrir as portas da Mata Municipal para partilhar os encantos que este espaço natural, situado no centro da vila, nos proporciona nas noites de primavera e verão.


GALERIA DE FOTOS

Caminhar com os Pirilampos na Mata Encantada foi o desafio lançado pela autarquia, ao qual responderam positivamente cerca de duas centenas de pessoas, que não quiseram perder a oportunidade de passear ao lado de várias centenas de pirilampos, que foram “iluminando” o percurso como autênticos cicerones.

A partida para a caminhada aconteceu no estacionamento da Rua Veríssimo Duarte, onde os participantes foram recebidos por Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal do Bombarral, que começou por convidar todos os presentes para beber um chá e degustar o tradicional bolo ferradura ou de noiva.

Antes de se iniciar a caminhada, a autarca fez questão de agradecer aos participantes pela adesão à iniciativa, agradecimento esse que foi reforçado pelo presidente da autarquia, José Manuel Vieira, que também participou no evento, assim como a vereadora Rosa Guerra.

Tal como na primeira edição, no final era bem visível a satisfação de todos os participantes, para quem esta foi uma oportunidade de recordar os tempos de juventude, assim como de juntar a família numa noite diferente do habitual.

No que diz respeito à organização, o balanço foi uma vez mais positivo, tendo desde logo ficado a garantia de que no próximo ano voltaremos à Mata Encantada para caminhar com os pirilampos.
 
 
 
Pequenos-almoços e lanches saudáveis”
Terceira sessão do programa alimentar “Nutrir Colorir e Bem Gerir"


“Pequenos-almoços e lanches saudáveis” foi a temática da terceira sessão do programa alimentar “Nutrir Colorir e Bem Gerir”, que tem por finalidade incentivar as crianças do concelho do Bombarral e os seus familiares a terem uma alimentação mais saudável.

GALERIA DE FOTOS

Depois de uma abordagem teórica, esta última sessão teve uma componente mais prática, tendo os participantes sido convidados a degustar alguns dos pequenos-almoços e lanches saudáveis sugeridos pela nutricionista Zita Simão.

Em jeito de introdução, a nutricionista da Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, começou por explicar que um pequeno-almoço saudável deve ser completo, variado e equilibrado, contendo lacticínios, cereais e derivados e fruta.

Depois de explicar a importância de cada um destes grupos alimentares, Zita Simão elencou as quantidades que deveriam ser ingeridas diariamente e indicou alguns dos alimentos que devem ser evitados, mas que muitas vezes fazem parte do pequeno-almoço ou do lanche, como é o caso do leite com chocolate ou dos bolos.

Por fim, a nutricionista deu vários exemplos de pequenos-almoços e lanches saudáveis, que os participantes puderam saborear e que pode consultar AQUI.

Por fim, recordamos que este é um programa “Nutrir Colorir e Bem Gerir” é promovido pelo Município do Bombarral, pelo Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, pela Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, pela Unidade Local de Saúde Pública do ACeS Oeste Norte e pela Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Bombarral.
 
 
Bombarral aderiu ao movimento “Cidade dos Afetos”


Os Claustros do Palácio Gorjão acolheram, no passado dia 19 de maio de 2016, a cerimónia de adesão do Município do Bombarral ao movimento “Cidade dos Afetos”.


Iniciado pelas Câmaras Municipais do Barreiro e de Caldas da Rainha e pelas Unidades de Saúde Pública Arnaldo Sampaio e Zé Povinho, este movimento pretende mobilizar toda a comunidade para o desenvolvimento de atividades que apliquem a componente afetiva, de modo a promover o bem-estar e estilos de vida saudáveis.

Lançado o convite, o Município do Bombarral abraçou de imediato o desafio, preparando um conjunto de atividades que prometem espalhar muitos afetos pela comunidade ao longo do presente ano.

A abertura da cerimónia esteve a cargo das duas principais responsáveis pelo projeto no concelho do Bombarral: Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Saúde, e Anabela Santos, técnica da Unidade Local de Saúde Pública.

A vereadora Norberta Santos aproveitou a ocasião para agradecer ao Rotary Club do Bombarral por se ter associado à “Cidade dos Afetos” e deixou um apelo às restantes associações do concelho e aos empresários e comerciantes locais no sentido de aderirem a este movimento.

Dadas as boas vindas, usou da palavra a diretora executiva do ACeS Oeste Norte, que começou por demonstrar o seu agrado pela “adesão do Bombarral ao movimento Cidade dos Afetos, mesmo sendo uma vila”.

Ana Pisco salientou a forma como o Bombarral entrou neste “movimento dos afetos”, que tem por objectivo promover “hábitos de vida saudáveis e o desenvolvimento de atividades que nos levem a conviver uns com os outros”.

A diretora executiva do ACeS Oeste Norte finalizou desejando que mais cidades ou vilas possam aderir ao movimento, tendo aproveitado a presença da vice-presidente da Câmara Municipal do Cadaval para desafiar esta autarquia a integrar o projeto.

“Nestas coisas dos afetos (o Bombarral) tem o tamanho de uma cidade”

Também, Mário Durval, coordenador da Unidade de Saúde Pública Arnaldo Sampaio, saudou o Bombarral pela adesão a este movimento, afirmando que apesar de ser uma vila, “nestas coisas dos afetos tem o tamanho de uma cidade”.

“Os afetos são uma base fundamental para o desenvolvimento da saúde das pessoas e das comunidades”, frisou Mário Durval, destacando que “cinco abraços por dia fazem as pessoas mais saudáveis”.

Por fim, salientou que atualmente são sete os municípios que aderiram a este movimento, sendo objetivo chegar aos 300 que faltam.

Seguiu-se a intervenção de Jorge Nunes, coordenador da Unidade de Saúde Pública Zé Povinho, que elogiou “a qualidade do programa apresentado pelo Bombarral neste seu primeiro ano de adesão, o qual conta com mais de uma dezena de iniciativas, todas elas de grande qualidade”.

Fernando Tinta Ferreira, presidente da Câmara Municipal de Caldas da Rainha, recordou a adesão do seu município ao movimento, salientando que numa primeira fase o foco foi colocado na promoção de uma alimentação saudável junto das escolas.

Posteriormente, como explicou, este âmbito foi alargado, procurando “estender a toda a comunidade a vivência saudável, a alimentação saudável, passando a ideia da amizade, da boa relação e dos afetos entre as pessoas”.

O autarca mostrou-se satisfeito pela vila do Bombarral ter aderido “a esta rede” e felicitou a autarquia pelo “conjunto de atividades que estão a promover, o que nos vai obrigar a nós, Caldas da Rainha, a fazer um esforço para acompanhar”.

Finalizando, Fernando Tinta Ferreira desafiou os presentes a dar os cinco abraços por dia aconselhados por Mário Durval, frisando neste caso não há risco de sobredosagem.

Bombarral convida os cidadãos a viver a vida com afetos

A última intervenção pertenceu ao presidente da Câmara Municipal do Bombarral, José Manuel Vieira, tendo explicado que com a adesão a este movimento pretende-se “aumentar as práticas de afetividade”, uma vez que “as relações de afectividade entre as pessoas e para com os lugares onde vivemos, proporcionam mais bem estar e uma maior identificação da comunidade com as suas raízes”.

Numa alusão ao programa delineado, o edil destacou que “estamos dispostos a realizar atividades que congreguem toda a comunidade e apoiaremos todas as iniciativas promovidas pelos parceiros aderentes”.

Em todas as atividades, “o Bombarral incluirá sempre um convite para que os cidadãos vivam a vida com afetos e mobilizará toda a comunidade para a prática de atividades que utilizem a componente afetiva e promovam o bem-estar e os estilos de vida saudáveis”.

Por fim, José Manuel Viera ofereceu aos presentes “as melhores vitaminas, as vitaminas A, B e C: Abraços, Beijos e Carinho”.

Após a assinatura do protocolo, foi descerrada a placa identificativa do “Jardim dos Afetos”, no Anfiteatro Municipal, seguindo-se uma largada de balões, com mensagens de afeto, na Praça do Município.

A cerimónia foi ainda abrilhantada com as atuações do grupo de dança Black Angels e dos sempre animados Cottas Club Jazz Band.

Houve ainda oportunidade de fazer um brinde aos afetos, acompanhado por um delicioso Pastel de Nata de Pêra Rocha, servido pelos alunos do Curso Vocacional de Serviço de Mesa e Bar do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó.

Ainda no âmbito da adesão do Município do Bombarral ao movimento “Cidade dos Afetos”, os colaboradores da Câmara Municipal foram presenteados com um crachá com o logótipo deste projeto.

 


 
 
Caminhada dos Afetos na freguesia da Roliça


O Rotary Club do Bombarral, com o apoio da Junta de Freguesia Roliça, promoveu no passado domingo, dia 15 de maio de 2016, a segunda caminhada “Primavera Solidária”, iniciativa que integrou o projeto “Cidade dos Afetos, cuja adesão por parte do Município do Bombarral aconteceu no passado dia 19 de maio.


Desafiado pelo ACeS Oeste Norte e pela Unidade Saúde Pública Zé Povinho a integrar as atividades que vão ser levadas a cabo na região durante o mês de Maio, com lema “Pelo Coração com Afectos”, o clube rotário bombarralense respondeu positivamente, integrando assim o vasto programa de atividades da “Cidade dos Afetos”.

A caminhada teve lugar na freguesia da Roliça, mais precisamente nas localidades de Delgada e Boavista, num percurso que rondou os sete quilómetros.

A iniciativa contou com o envolvimento da Unidade de Saúde de Cuidados Personalizados do Bombarral, tendo marcado presença vários técnicos de saúde que mediram a tensão arterial dos participantes.

Para recordação, cada participantes teve ainda direito a uma pulseira elaborada pelos alunos Universitários 50+.

O projeto “Cidade dos Afetos” foi iniciado pelas Câmaras Municipais do Barreiro e de Caldas da Rainha e pelas Unidades de Saúde Pública Arnaldo Sampaio e Zé Povinho, com o objectivo de mobilizar toda a comunidade para o desenvolvimento de atividades que apliquem a componente afetiva, de modo a promover o bem-estar e os estilos de vida saudáveis.

No caso do Bombarral, as principais responsáveis deste projeto são Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Saúde, e Anabela Santos, técnica de Saúde Ambiental da UCSP.

 


 
 
Dia Internacional do Enfermeiro


No âmbito das comemorações do Dia Internacional do Enfermeiro, a Unidade de Saúde de Cuidados Personalizados (UCSP) do Bombarral recebeu no dia 12 de maio de 2016 a visita dos alunos da turma do 3ºA (professora Marilita Lopes) do Centro Escolar do Bombarral.


A iniciativa marcou o início das várias atividades programadas no âmbito do projeto “Cidade dos Afetos”, cuja adesão por parte do Município do Bombarral aconteceu esta quinta-feira, dia 19 de maio.

Depois de serem identificados como “Enfermeiros dos Afetos”, os alunos entregaram à enfermeira Susana Alves um cartaz e vários desenhos da sua autoria alusivos ao dia que é anualmente dedicado aos enfermeiros.

De seguida, os estudantes tiveram oportunidade de visitar a área do Centro de Saúde dedicada à saúde materna, visitando a sala onde são consultadas as grávidas, a sala onde são acompanhados os recém-nascidos, bem como a sala onde ocorrem as vacinações.

Embora a enfermagem seja uma profissão muito ligada às mulheres, hoje em dia as unidades de saúde já contam com muitos enfermeiros. No caso do Centro de Saúde do Bombarral, o único representante masculino é o enfermeiro Luís Henriques, com quem os estudantes também puderam trocar dois dedos de conversa.

Antes de regresso à escola, a enfermeira Susana Alves entregou a cada um dos alunos um autocolante alusivo aos 50 anos do Plano Nacional de Vacinação, tendo a profissional de saúde aproveitado a ocasião para explicar a importância que este plano teve para a erradicação de muitas doenças em Portugal.

A visita foi ainda acompanhada por Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal do Bombarral com o pelouro da Saúde, e por Anabela Santos, técnica de Saúde Ambiental da UCSP.

Consulte o programa completo das atividades AQUI.

 


 
 
Jornada Saúde do Bombarral reuniu cerca de duas centenas de participantes


“A saúde mental e os cuidados continuados” foi o tema escolhido para a I Jornada de Saúde do Bombarral, que reuniu perto de duas centenas de participantes no Auditório da Escola Básica e Secundária Fernão do Pó.

GALERIA DE FOTOS

Promovida pelo Município do Bombarral e pela Santa Casa da Misericórdia local, a iniciativa realizou-se no passado dia 3 de março de 2016 e juntou alguns dos melhores especialistas nacionais nesta área da saúde.

E este terá, com certeza, sido um dos principais motivos que levaram a um tão elevado número de participantes. Na jornada inscreveram-se técnicos de unidades de saúde públicas e privadas, de Santas Casas da Misericórdia e outras instituições de diversas localidades, nomeadamente Lisboa, Barreiro, Almada, Seixal, Chamusca, Leiria, para além dos vários concelhos da região Oeste.

A escolha do tema foi amplamente elogiada por todos os oradores convidados, como foi o caso do diretor do Plano Nacional para a Saúde Mental, Álvaro Carvalho, que afirmou, na sua apresentação, que saúde mental é o parente pobre da saúde em Portugal.

Na abertura da sessão, Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal do Bombarral com o pelouro da saúde, destacou a relevância da temática da I Jornada de Saúde do Bombarral e realçou a “importância da parceria com a Santa Casa da Misericórdia para o sucesso desta organização”.

A autarquia aproveitou ainda para deixar alguns agradecimentos, nomeadamente ao aos oradores e moderadores convidados, ao Agrupamento de Escolas Fernão do Pó pela cedência do espaço e pela colaboração dos cursos profissionais de turismo, hotelaria e restauração, bem como a todas as pessoas que colaboraram na organização.

Seguiu-se a intervenção da presidente do Conselho Clínico e Saúde do ACeS Oeste Norte, Marta Félix, que congratulou a organização pela iniciativa, reforçando que é necessário “promover uma discussão alargada com o envolvimento das entidades e forças vivas locais para podermos ter mais valias acrescidas nos recursos que temos nas nossas comunidades”.

Por sua vez, Luís Camilo Duarte, provedor da Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, começou por elogiar a qualidade dos oradores, considerando ser este o principal motivo que levou a uma tão elevada adesão.

O provedor destacou, por outro lado, que “quando se conjugam vontades, como aconteceu neste caso entre Santa Casa e o Município, é possível realizar boas iniciativas no nosso concelho”.

Por fim, Luís Camilo Duarte reforçou o agradecimento aos vários especialistas que integraram os dois painéis da Jornada de Saúde, bem como às entidades e às pessoas envolvidas na organização do evento.

No encerramento da sessão de abertura, José Manuel Vieira, presidente da Câmara Municipal do Bombarral, salientou que “a saúde mental é um tema que afecta e preocupa um elevado número de famílias e nesse sentido está bem presente na agenda dos autarcas”.

O edil afirmou ainda que se trata de “um assunto sério que merece esta e todas as demais abordagens no sentido de se procurar chegar a um modelo que dignifique a qualidade e a eficácia dos cuidados a prestar ao doente”.

Com moderação de Marta Félix, presidente do Conselho Clínico e Saúde do ACES Oeste Norte, o primeiro painel da jornada iniciou-se com a intervenção de Manuel Caldas de Almeida, da União das Misericórdias Portuguesas, que abordou “O papel das Misericórdias nos Cuidados Continuados”, elencando o vasto trabalho que tem sido desenvolvido por estas instituições na área da saúde.

Seguiu-se a apresentação de Álvaro Carvalho, psiquiatra e diretor do Plano Nacional para a Saúde Mental da DGS, que abordou a evolução da organização dos serviços de psiquiatria e de saúde mental, especificou o que são as perturbações mentais e quais os fatores de risco, elencou os objetivos do referido plano, entre outros temas.

No segundo painel, que decorreu no período da tarde, José Carlos Gomes, enfermeiro especialista e docente na Escola Superior de Saúde de Leiria do Instituto Politécnico de Leiria, falou sobre “O papel do enfermeiro especialista em saúde mental e psiquiatria nos cuidados continuados”, tendo abordado, entre outros aspectos, as competências específicas destes profissionais de saúde.

Seguidamente, Patrícia Lobo, neurologista do Campus Neurológico Sénior Torres Vedras, falou sobre “O que todos devemos saber sobre Demências e Doença de Alzheimer”.

Na sua apresentação, falou sobre as doenças neurológicas, nomeadamente as doenças de Parkinson e Alzheimer e a demência fronto-temporal, destacou a importância de se conhecer a doença e os seus sintomas e deixou algumas indicações sobre como se deve cuidar dos doentes.

Por fim, Manuel Caldas de Almeida partilhou a experiência e o trabalho que é desenvolvido na Unidade Bento XVI, em Fátima, uma instituição de referência no que se refere ao acompanhamento e tratamento de pessoas com demência, com especial enfoque na doença de Alzheimer.

Este segundo painel foi moderado por António Nogueira, fisiatra e Diretor Clínico da Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia do Bombarral.

No final, era satisfação era geral, tanto da parte da organização, como dos oradores e dos próprios participantes, nomeadamente os profissionais de saúde que consideraram a jornada muito enriquecedora em termos de aquisição de conhecimentos.

 
 
“Nutrir, Colorir e Bem Gerir”


Realizou-se na passada sexta-feira, dia 19 de fevereiro de 2016, a segunda sessão do programa alimentar “Nutrir, Colorir e Bem Gerir”, que pretende incentivar as crianças do concelho do Bombarral, e as respectivas famílias, a terem uma alimentação mais saudável.

Esta foi assim a primeira de várias sessões temáticas deste programa que é dinamizado pelo Município do Bombarral, pelo Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, pela Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, pela Unidade Local de Saúde Pública do ACeS Oeste Norte e pela Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Bombarral.

Na abertura da sessão, que teve lugar no Centro Escolar do Bombarral, Luís Camilo Duarte, coordenador deste estabelecimento de ensino, explicou os principais objetivos do programa, enquanto Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Saúde, reforçou a importância da participação dos pais nesta iniciativa.

As várias sessões serão ministradas por Zita Simão, nutricionista da Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, sendo que a primeira foi dedicada à importância do pequeno-almoço.

Segundo a nutricionista, o “primeiro almoço é essencial para começar bem o dia”, sendo “fundamental para fornecer ao organismo a energia e os nutrientes necessários”.
Zita Simão frisou que devemos “criar o hábito de reservar uns minutos no início do dia para o pequeno-almoço, evitando sair de casa sem realizar esta refeição”.
Conforme realçou a nutricionista, tomar o pequeno-almoço em casa tem vantagens económicas, “diminui a tendência de se optar por alimentos menos interessantes do ponto de vista nutricional” e é um “excelente momento para conviver em família”.

Na sua apresentação, deixou ainda alguns conselhos, explicando que as pessoas que não têm vontade de comer logo de manhã devem “estimular gradualmente o apetite”, ingerindo alimentos leves, frescos e em pequenas quantidades.

Quanto aos benefícios, tomar o pequeno-almoço ajuda a repor os níveis de energia após o jejum nocturno, a melhorar o rendimento intelectual, a memória e a concentração e a manter um peso adequado.

A ausência desta primeira refeição do dia pode causar hipoglicemia, mal-estar e má disposição, impaciência e agressividade, dores de cabeça ou ainda quebra no rendimento físico e intelectual.

Recorrendo à alguns estudos realizados sobre esta temática, Zita Simão afirmou, entre outros dados, que a ingestão do pequeno-almoço está associada à melhoria da performance académica e psicosocial das crianças e adolescentes, assim como à redução da probabilidade de contraírem doenças cardiovasculares, diabetes e outro tipo de doenças como a obesidade.

Por fim, a nutricionista reforçou a ideia de que todos devemos, diariamente, tomar um pequeno-almoço completo, variado e equilibrado, preferencialmente em casa e em convívio com a família.

Zita Simão finalizou à apresentação com alguns provérbios populares, recordando que “é de manhã que se começa o dia”.

Na próxima sessão o pequeno-almoço e o lanche estarão em destaque numa componente mais prática, sendo apresentadas algumas sugestões e no final os participantes terão uma pequena degustação.

 

 
 
I Jornada de Saúde do Bombarral


O Município do Bombarral e a Santa casa da Misericórdia vão organizar, no próximo dia 3 de março de 2016, a I Jornada de Saúde do Bombarral, subordinada ao tema “A saúde mental e os cuidados continuados”.

Tratando-se uma problemática que tem vindo a crescer na sociedade, neste evento pretende-se analisar a realidade atual, debatendo as soluções que podem contribuir para o bem-estar dos doentes que sofrem destas patologias, bem como dos seus familiares.

O evento vai ter lugar no Auditório Municipal do Bombarral, estando a sessão de abertura marcada para as 10:30 horas.

O primeiro painel da jornada contará com as intervenções do Dr. Manuel Caldas de Almeida, da União das Misericórdias Portuguesas, que irá abordar “O papel das Misericórdias nos Cuidados Continuados”, e do Dr. Álvaro Carvalho, psiquiatra e diretor do Plano Nacional para a Saúde Mental da DGS, que irá falar precisamente sobre este plano.

Este painel terá a moderação da Dra. Marta Félix, presidente do Conselho Clínico e Saúde do ACES Oeste Norte.

No período da tarde decorrerá, a partir das 14:30 horas, um segundo painel, que se iniciará com a intervenção do Professor Doutor José Carlos Gomes, enfermeiro especialista e docente na Escola Superior de Saúde de Leiria do Instituto Politécnico de Leiria, que versará sobre "O papel do enfermeiro especialista em saúde mental e psiquiatria nos cuidados continuados".

De seguida, a Dr.ª Patrícia Lobo, neurologista do Campus Neurológico Sénior Torres Vedras, falará sobre "O que todos devemos saber sobre Demências e Doença de Alzheimer", enquanto o Dr. Manuel Caldas de Almeida, da Unidade Bento XVI, em Fátima, irá partilhar a experiência e o trabalho que é desenvolvido nesta instituição.

Este segundo painel será moderado pelo Dr. António Nogueira, fisiatra e Diretor Clínico da Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia do Bombarral.

A participação nesta jornada é gratuita, devendo os interessados efectuar a sua inscrição através do portal do Município do Bombarral (www.cm-bombarral.pt) ou do e-mail 1jsaudebbr@gmail.com. Para mais informações estão ao dispor os seguintes contactos telefónicos: 262 609 028 - 262 604 473 - 961 383 534.

 


 
 
Bombarral promove a alimentação saudável junto das crianças

“Nutrir, Colorir e Bem Gerir” é o nome do projecto que pretende incentivar as crianças do concelho do Bombarral, e as respectivas famílias, a terem uma alimentação mais saudável.
Apresentado no passado dia 26 de novembro de 2015, o projeto é dinamizado pelo Município do Bombarral, pela Unidade Local de Saúde Pública do ACeS Oeste Norte, pela Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, pelo Agrupamento de Escolas Fernão do Pó e pela Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Bombarral.

Sensibilizar e promover hábitos alimentares saudáveis são os objectivos gerais do projeto, que se irá desenvolver, a partir de janeiro de 2016, com a realização de várias sessões temáticas com a nutricionista da Santa Casa da Misericórdia, Laura Holgado.

“Num projecto desta natureza é muito importante a participação dos pais”
Norberta Santos


Como explicou, na apresentação, a vereadora da Câmara Municipal do Bombarral com o pelouro da Saúde, este é um projeto que vem reforçar o trabalho que tem sido desenvolvido na escola ao nível dos hábitos alimentares saudáveis com o programa “Heróis da Fruta”,

Segundo Norberta Santos, o projeto “Nutrir, Colorir e Bem Gerir” foi idealizado porque “achámos que num projeto desta natureza seria muito importante a participação dos pais” e nesse sentido apelou à adesão dos mesmos.

Para além das várias sessões temáticas, como explicou a autarca, esta ação conta ainda com o envolvimento da Unidade Móvel de Saúde da Santa Casa da Misericórdia, que irá realizar rastreios cardiovasculares para os pais, e da VisionWest, que irá promover rastreios de optometria para as crianças do 1º ciclo.

“Complementa um programa que estava demasiado centrado na sala de aula”
Luís Duarte


Destacando o papel da família na educação das crianças, Luís Duarte, coordenador do Centro Escolar do Bombarral, referiu que este projeto vem “complementar um programa que estava demasiado centrado na sala de aula”, procurando que o mesmo possa integrar os próprios pais e encarregados de educação.

Enquanto provedor da Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, Luís Duarte destacou ainda a intervenção que a instituição tem tido ao nível da educação, nomeadamente no que diz respeito ao apoio às crianças com necessidades educativas especiais.

“Há três anos a esta parte, a Santa Casa está a prestar um serviço público gratuito às crianças com necessidades educativas especiais, sem receber qualquer comparticipação”, disponibilizando, semanalmente, a 15 crianças as valências de terapia da fala, psicologia, terapia ocupacional e fisioterapia.

“Inclusivamente houve necessidade de alargar o horário da nossa terapeuta da fala para poder receber mais crianças do Agrupamento”, acrescentou.

“Cabe-nos a nós trabalhar para que os nosso filhos tenham uma boa alimentação”
Lígia Costa


Presente na apresentação esteve igualmente Lígia Costa, presidente da Assembleia Geral da Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas do 1º Ciclo, entidade, como explicou, que está mais ligada ao programa “Heróis da Fruta”, nomeadamente através da “oferta, uma vez por mês, de uma fruta diferente daquela que as crianças habitualmente trazem”.

Quanto a este novo desafio, a dirigente afirmou que a associação “está disponível para dar o seu contributo para que este projeto chegue a bom porto”.

“É um projeto para o bem das nossas crianças e é importante que os pais adiram porque cabe-nos a nós trabalhar em casa para que os nossos filhos tenham uma boa alimentação”, concluiu.

A sessão prosseguiu com a apresentação genérica do projeto “Nutrir, Colorir e Bem Gerir”, que esteve a cargo de Fátima Coelho, técnica do Setor dos Assuntos Sociais e Saúde da Câmara Municipal, que começou por apresentar alguns dados estatísticos sobre a problemática do excesso de peso, que atinge mais de metade da população adulta em Portugal.

Destacando a importância dos hábitos alimentares ao longo da vida, a técnica elencou os principais objetivos do projecto, que passam por conhecer os hábitos alimentares das crianças, promover o aumento do consumo de alimentos saudáveis, proporcionar o conhecimento dos riscos, entre outros.

Por último, Fatima Coelho explicou como este irá decorrer, destacando as quatro sessões temáticas dirigidas aos pais e às crianças, que irão abordar a importância do pequeno-almoço, a escolha dos lanches, a importância das cores na alimentação e a tradição ligada a uma alimentação saudável.

Por sua vez, a nutricionista Laura Holgado explicou mais em pormenor o que será abordado em cada uma das ações temáticas, que culminarão com uma sessão onde serão entregues os certificados de participação e se realizará uma degustação de alimentos saudáveis.

No que diz respeito ao pequeno-almoço, será explicado o impacto que este tem na saúde, no comportamento e no rendimento escolar, enquanto na sessão dedicada aos lanches os pais terão oportunidade de descobrir os “falsos amigos dos lanches infantis” e de preparar e degustar um lanche saudável.

Na importância das cores na alimentação, entre outros aspetos, é de destacar a aprendizagem de pequenos truques para diversificar a alimentação, tornar o prato colorido, nutritivo e em conta.

A última sessão temática abordará a importância dos produtos tradicionais para uma alimentação saudável, com principal ênfase nos produtos sazonais e locais, nos conhecimentos geracionais e na dieta mediterrânica.

Entre outros conselhos, na sua intervenção, a nutricionista destacou a importância da leitura dos rótulos, a necessidade de variar os alimentos que consumimos ou ainda a necessidade de encontrar estratégias para cativar as crianças para o consumo de produtos saudáveis.

“A alimentação saudável não pode ser só para não ficar doente, também tem que nos dar prazer”, concluiu Laura Holgado.
 
 
 Consultas de desabituação tabágica já se iniciaram

No seguimento das ações de sensibilização “Locais de trabalho seguros, saudáveis e livres de fumo”, o Dr. José Fernando Pereira deu recentemente início às consultas de desabituação tabágica com os colaboradores que decidiram tentar deixar de fumar.

Nestas ações, promovidas pelo Município e pela Unidade Local de Saúde Pública do Bombarral, pretendeu-se sensibilizar os colaboradores da autarquia para os malefícios provocados pelo fumo do tabaco, englobando os fumadores ativos e os passivos.

O Dr. José Fernando Pereira é médico responsável pela dinamização desta iniciativa, que vem no seguimento do trabalho que este profissional de saúde, que também foi fumador, vem desenvolvendo nesta área há mais de uma década.

Após a participação nestas acções de sensibilização, os fumadores que demonstraram interesse foram encaminhados para a consulta de desabituação tabágica, a qual está a decorrer no edifício dos Paços do Município.
 
 
“Locais de trabalho seguros, saudáveis e livres de fumo”



Realizaram-se nos dias 3 e 10 de fevereiro de 2015, mais duas sessões da acção de sensibilização “Locais de trabalho seguros, saudáveis e livres de fumo”, que tem por finalidade alertar os colaboradores da Município do Bombarral para os malefícios provocados pelo fumo do tabaco.


A ação é dinamizada pelo Dr. José Fernando Pereira, médico responsável pela consulta de desabituação tabágica disponível nas várias unidades de saúde do ACES Oeste Norte.
 
Além da referida consulta, o profissional de saúde tem igualmente promovido ações semelhantes nas escolas da região, sendo que no Bombarral foi dado início a uma nova etapa deste projecto, que consiste em fazer cjegar esta acção às empresas.
 
CONSULTE AQUI A APRESENTAÇÃO EFETUADA NA SESSÃO PELO DR. JOSÉ FERNANDO PEREIRA 
 

 
“Locais de trabalho seguros, saudáveis e livres de fumo”

O Auditório Municipal do Bombarral acolheu esta terça-feira, dia 27 de janeiro de 2015, mais uma sessão da acção de sensibilização “Locais de trabalho seguros, saudáveis e livres de fumo”.

Promovida pelo Município e pela Unidade Local de Saúde Pública do Bombarral, a iniciativa tem como objectivo sensibilizar os colaboradores da autarquia para os malefícios provocados pelo fumo do tabaco, englobando os fumadores ativos e os passivos.
 
Presente na sessão, Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Saúde, destacou a importância desta iniciativa, esperando que a mesma possa contribuir para uma diminuição efectiva do número de fumadores na autarquia.   

A autarca fez ainda questão de dirigir uma palavra de agradecimento a José Fernando Pereira, médico responsável pela dinamização da acção, destacando a sua disponibilidade e o trabalho que tem vindo a desenvolver nesta área.

A realização desta acção, como explicou o profissional de saúde, vem no seguimento do trabalho que vem desenvolvendo nesta área há mais de uma década

“Este trajecto começou com a consulta de desabituação tabágica, seguindo-se posteriormente a intervenção nas escolas, promovendo junto dos mais novos a adopção de hábitos de vida sem tabaco”, acrescentou.

Sublinhado a importância do trabalho que é necessário desenvolver nesta área, o profissional de saúde salientou que “anualmente o Estado gasta mais de 500 milhões de euros com as doenças ligadas ao tabaco”.

O consumo de tabaco está, por outro lado, “a pôr em questão a taxa de sobrevivência dos portugueses, estimando-se que uma pessoa que fume durante mais de 20 anos terá cerca de 10 anos de vida a menos”.    

Ex-fumador há 30 anos, José Fernando Pereira abraçou esta missão em reposta à morte da sua irmã e do seu pai, tendo ambos falecido com uma doença oncológica relacionada com o tabaco.

“Eu próprio também tive um cancro no rim devido a ter fumado e nesse sentido percebi que não poderia permanecer um eterno espectador nesta matéria, começando, por carolice, com uma consulta no IPO de Lisboa”, explicou.

Mais tarde, foi convidado a implementar a consulta no hospital de Caldas da Rainha, passando posteriormente a disponibilizá-la também nos Centros de Saúde da área de intervenção do ACES Oeste Norte.

Como já foi referido, este trabalho foi depois alargado às escolas da região e agora é intenção de José Fernando Pereira estender esta ação às empresas, tendo começado pelo Bombarral, ainda antes da aprovação da mesma por parte das entidades que tutelam a área da saúde.  

Questionado sobre os resultados obtidos, José Fernando Pereira refere que no caso da consulta “temos dados muito agradáveis”, enquanto no caso das acções junto das crianças o aspecto mais positivo prende-se com a mensagem que estes transmitem aos pais.

Segundo o profissional de saúde, Portugal tem uma das taxas de fumadores mais baixa da Europa (cerca de 18%), mas, no caso das escolas, “tem-se verificado um aumento do consumo de tabaco, com maior incidência nas raparigas”.

Nunca é demais relembrar que o tabagismo é considerado um dos mais graves problemas de saúde pública, contribuindo para a morte de cerca de cinco milhões de pessoas por ano em todo o mundo, 12 mil dos quais em Portugal.

As acções de sensibilização vão prosseguir durante as próximas semanas, abrangendo todos os colaboradores da autarquia, sejam fumadores ou não. Posteriormente, os fumadores que demonstrarem interesse serão encaminhados para a consulta de desabituação tabágica, a qual terá lugar num espaço do município.
 
 
Informação sobre a Gripe | Recomendações gerais e periodos extra de atendimento de doentes

A gripe é uma doença aguda viral que afecta predominantemente as vias respiratórias, que ocorre geralmente no inverno, pelo que é designada por sazonal.

Algumas recomendações para prevenir a gripe

Lavar as mãos frequentemente, com água e sabão, em especial depois de se assoar, espirrar ou tossir.Tapar o nariz e a boca, quando espirrar e tossir, com um lenço de papel ou com o braço e nunca com as mãos. O lenço de papel deve ser de imediato deitado no lixo.
 
Tem sintomas de gripe?
• Febre
• Tosse
• Dores musculares
• Falta de ar

O que fazer?
• Se tiver febre, tome paracetamol. Não dê ácido acetilsalicílico às crianças.
• Em caso de persistência dos sintomas, ligue para a Linha Saúde 24 (808 24 24 24)

Vacina da Gripe

A vacinação contra a gripe é fortemente recomendada para os grupos alvo prioritários, como pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, doentes crónicos e imunodeprimidos com 6 ou mais meses de idade, grávidas, entre outros grupos de risco. Apesar da sua administração ser recomendada especialmente em Outubro / Novembro, pode ser feita até ao final do Inverno, podendo ainda dirigir-se à sua Unidade de Saúde.
 
 
Se tiver febre, pode tomar paracetamol. (Não dê ácido acetilsalicílico às crianças).
 
Em caso de persistência dos sintomas de gripe, ligue para a Linha Saúde 24 ( telefone n.º 808 24 24 24 )
 
Poderá consultar o seu médico assistente no seu horário habitual de consulta. Caso não seja possível, pode fazê-lo no período extra de atendimento nos seguintes locais, desde 19 de Janeiro 2015:

Centro de Saúde Caldas da Rainha
Segunda a sexta: 19 às 22 horas | Sábado: 9 às 17 horas

Centro de Saúde Bombarral
Segunda a sexta: 19 às 22 horas | Sábado: 9 às 13 horas | Domingo: 9 às 17 horas


Serviço de Atendimento Permanente da Nazaré
Segunda a sexta: 20 às 8 horas | Sábado: 14 às 8 horas | Domingo: 14 às 8 horas
 
 
Informação sobre Infecções Respiratórias

Uma infecção respiratória ocorre quando uma parte do aparelho respiratório é infec-tada por um microrganismo que pode ser um vírus, uma bactéria, um fungo ou um parasita.

As manifestações da infecção respiratória dependem da área do aparelho respiratório atingida:

- nariz (rinite);
- seios perinasais (sinusite);
- faringe (faringite);
- laringe (laringite);
- brônquios (bronquite, bronquiectasias);
- pulmão (pneumonias);
- pleura (pleurite).

As infecções respiratórias podem ter um impacto variado, dependendo da sua frequência e da sua gravidade. As mais importantes são as pneumonias, as agudizações infecciosas da doença pulmonar obstrutiva crónica, a tuberculose e a gripe.

Dentro dos diversos microrga-nismos que podem causar a infecção respiratória, os vírus são os mais comuns.

Dentro das bactérias, as mais comuns são:
- Streptococcus pneumoniae;
- Mycoplasma pneumoniae;
- Haemophilus influenzae;
- Chlamydophila pneumoniae.

COMO SE PREVINE A INFECÇÃO RESPIRATÓRIA?

O aparelho respiratório dispõe de mecanismos de defesa contra os diversos microrganismos, mas nem sempre são suficientes.

O fumo do tabaco diminui a actividade das células que destroem as bactérias que penetram no aparelho respiratório, logo constitui um factor de risco para a infecção respiratória.

Também a poluição deve ser evitada porque provoca inflamação no aparelho respiratório.

A existência de ar de baixa qualidade favorece a ocorrência de infecções e é um veículo para a transmissão de microrganismos.

Por isso, é muito importante evitar ambientes mal ventilados, sobrepovoados e poluídos. Ambientes muito aquecidos com ar excessivamente seco, ambientes muito frios e muito húmidos, ou mudanças bruscas de temperatura agridem o aparelho respiratório e favorecem as infecções.

Condições climáticas agressivas, como o frio, chuva, humidade e vento podem causar inflamação no aparelho respiratório, facilitando a infecção.

Para prevenir é essencial:
- tapar o nariz e a boca, quando espir-rar ou tossir (com lenço de papel ou o braço, nunca as mãos);
- lavar as mãos frequente-mente, com água e sabão, depois de se assoar, espirrar ou tossir;
- manter de um estilo de vida saudá-vel;
- ter uma alimentação equilibrada;
- praticar exercício físico;
- não fumar;
- entre outros.

NÃO SE ESQUEÇA

Garantir uma distância de mais de 1m entre as pessoas ajuda a evitar o contágio.

Para qualquer dúvida não hesite contacte a Linha Saúde 24 Telef. 808242424.

Existem medicamentos que pertencem à família das vacinas e que ajudam a aumentar a resistência às infecções respiratórias. (estimulam a actividade das principais células e protegem o aparelho respiratório das infecções).

A vacinação contra a gripe é recomendada para os grupos alvo prioritários:
- Pessoas com = a 65 anos;
- Doentes crónicos e imunodeprimidos;
- Crianças com 6 ou mais meses de idade;
- Grávidas;
- Outros grupos de risco.
 
 
Bombarral assinalou o Dia Mundial do Coração

O Município do Bombarral associou-se uma vez mais às comemorações do Dia Mundial do Coração, incentivando a população para a prática de atividade física.

GALERIA DE FOTOS

As atividades comemorativas tiveram lugar no passado domingo, dia 28 de setembro de 2014, concentraram-se na Praça do Município e incluíram um passeio de BTT, uma caminhada e uma aula de zumba.

Os primeiros a fazerem-se à estrada foram os participantes no passeio de BTT, iniciativa levada a cabo com o apoio do grupo “Trilhos da Pera Rocha” dos Bombeiros Voluntários do Bombarral.

Seguidamente teve início a caminhada, atividade que contou com a participação de cerca de três dezenas de pessoas, entre as quais a vereadora com o pelouro da saúde, Norberta Santos, e o vice-presidente da autarquia, Nuno Mota da Silva.

No regresso à Praça do Município, teve ainda lugar uma aula de zumba, com a instrutora Filipa Tiago, a qual juntou cerca de duas dezenas de participantes.

Quem também se associou à iniciativa foram os Bombeiros Voluntários do Bombarral e a Santa Casa da Misericórdia do Bombarral, que disponibilizou a sua unidade móvel de prevenção das doenças cardiovasculares.

Quem passou pela Praça do Município ao longo da manhã teve assim oportunidade de medir a tensão arterial e a diabetes, bem como de receber informação sobre os cuidados a seguir para ter um coração saudável.

O Dia Mundial do Coração foi igualmente comemorado pelos mais pequenos, tendo a autarquia disponibilizado vários triciclos e carros a pedais para que os petizes também pudessem fazer exercício físico.
 

Autarquia cede habitação a médica cubana

A equipa médica do Centro de Saúde do Bombarral conta, desde a passada terça-feira, dia 16 de setembro, com um novo elemento.

Trata-se da Dr.ª Maide Ochoa Ravelo, médica cubana contratada pelo Ministério da Saúde no âmbito do protocolo celebrado com o governo de Cuba, com vista a suprir a falta de médicos existente no Serviço Nacional de Saúde.

Ciente dos problemas sentidos pela unidade de saúde bombarralense relativamente à falta de médicos e sabendo da disponibilidade de profissionais de saúde cubanos na ACES Oeste Norte, a Câmara Municipal do Bombarral prontificou-se de imediato a reunir condições para receber um dos clínicos, nomeadamente cedendo uma habitação.

A chegada desta profissional de saúde ao Bombarral aconteceu na passada sexta-feira, dia 12 de setembro, tendo sido recebida por Norberta Santos, vereadora da autarquia.

O momento em que a autarca procedeu à entrega simbólica da chave da habitação foi vivido com bastante emoção, tendo a Dr.ª Maide Ochoa Ravelo ficado muito sensibilizada pela forma como foi recebida.

A médica entrou em funções no Centro de Saúde do Bombarral esta terça-feira, dia 16, iniciando assim o período de adaptação ao funcionamento das unidades de saúde portuguesas. 
 
 
“Os Silva” apresentaram-se no Teatro Eduardo Brazão

O Teatro Eduardo Brazão foi palco na passada quinta-feira, dia 3 de julho de 2014, da apresentação da peça de teatro “Os Silva”, brilhantemente representada por um grupo de jovens do Clube de Teatro 7 X 2 da Escola Secundária de Peniche.

GALERIA DE FOTOS

Desde a sua estreia, no ano de 2000, o grupo já representou inúmeras peças, tendo esta última surgido no seguimento de um desafio lançado pela Dr.ª Fátima Pais da Unidade de Saúde Pública do ACES Oeste Norte.

Abordar as várias problemáticas associadas à família foi a ideia lançada pela profissional de saúde, tendo o grupo optado por o fazer com humor, “olhando para a família de forma bem disposta, apontando os aspectos negativos e positivos que ele tem”, como explica a professora e encenadora Laura Diniz.

Tal como o nome, os “Silva” são uma família “autenticamente” portuguesa, “feita de gente diversa, em extractos etários e sociais diferentes”.     

A história gira à volta do Zé Maria e da Maria do Mar, os progenitores da família que, ao longo da peça, vão procurando auxilio junto de cada um dos seus sete filhos, todos eles vivendo os seus próprios dramas.

A gravidez na adolescência, as dificuldades económicas, a homossexualidade, a sobreposição da carreira profissional à família são algumas das questões que nos são apresentadas de uma forma que nos faz pensar mas também rir.

Com encenação de Laura Diniz, a peça conta com o seguinte elenco: Viviana Franco, Flávio Vitorino, Rita Gomes, Leonardo Sousa, Ana Fidalgo, David Antunes, Maria Baptista, Rita Dias, Ana Soraia, Patrícia Bandarrinha, Adriana Santos, Bruna Bandarrinha, Mariana Diniz, Daniel Pereira, Beatriz Campos, Mariana Soares, André Franco, David Alexandre, Magali Inglês.

No final da apresentação, Norberta Santos, vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Saúde, subiu ao palco para felicitar o grupo pela brilhante prestação e agradecer às várias entidades que contribuíram para que a peça pudesse subir ao palco do Teatro Eduardo Brazão.

Num gesto de agradecimento, a autarquia fez ainda questão de oferecer uma ramo de flores à professora Laura Diniz, o qual foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal, José Manuel Vieira.